Comunidade acadêmica das unidades da UniAteneu participa da abertura do VIII Universo Ateneu e V Joca

O evento tem como tema central os “Rumos e perspectivas da ciência e da pesquisa no Brasil”.

 

 

O Centro Universitário Ateneu promoveu na noite do dia 27 de novembro, no Hotel Recanto do Wirapuru, a abertura do VIII Universo Ateneu e a V Jornada Científica Ateneu (Joca), que contou com a participação da comunidade acadêmica de todas as unidades do centro universitário. O evento tem como tema central os “Rumos e perspectivas da ciência e da pesquisa no Brasil”. O público-alvo são estudantes, professores, gestores, pesquisadores, profissionais das diversas áreas do conhecimento e outros atores sociais, vinculados ou não aos cursos de graduação e pós-graduação de instituições de ensino superior (IES). O evento prossegue até o dia 29 de novembro nas unidades da Messejana, Lagoa de Messejana, Grand Shopping, Siqueira e Antônio Bezerra, em Fortaleza (CE).

O evento é integrado e tem o objetivo de divulgar as atividades de pesquisa realizadas pelo corpo discente e docente dos cursos de graduação e pós-graduação da UniAteneu e de outras IES do país; avaliar os trabalhos desenvolvidos por alunos vinculados aos Programas de Iniciação Científica, Monitoria e de Pós-Graduação; promover a integração ensino-pesquisa entre os corpos discente e docente; e incentivar o intercâmbio com pesquisadores de outras instituições de ensino superior. Juntos, corpo discente e docente, assim como coordenadores de todas as áreas e a coordenação institucional, poderão refletir sobre as suas práticas no âmbito do ensino e da pesquisa científica.

Compuseram a mesa de abertura VIII Universo Ateneu e V Joca a profª Ms. Flávia Alves de Almeida, pró-reitora acadêmica da UniAteneu; a profª Ms. Alice Duarte, coordenadora pedagógica da UniAteneu; a profª Andreia Lourenço, gerente de negócios da unidade Lagoa de Messejana; a profª Rosângela Couras, gerente de negócios da unidade Messejana; o prof. Dr. Carlos André Moura Arruda, organizador do evento e coordenador do Núcleo de Pesquisa da UniAteneu; o prof. Luciano Monteiro, gerente de negócios da unidade Siqueira; e o prof. Fernando de Lima, gerente de negócios da unidade Grand Shopping. Antes da formação da mesa, o grupo de dança “Companhia Templos de Dança, composto por alunos do curso de Educação Física da unidade Lagoa de Messejana, fez uma apresentação para o público. A palestrante convidada para falar sobre o tema do evento foi a professora e pesquisadora Drª Márcia Maria Tavares Machado, docente associada da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC).

“É papel da universidade, além da formação acadêmica dos seus alunos, a realização de pesquisas científicas, porque no processo de formação é importante que aquilo que se teoriza dentro da sala de aula, aquilo que se planeja, principalmente, para o retorno da comunidade, se avaliado e testado. E a pesquisa científica vem, principalmente, para subsidiar, primeiro, a academia, daquilo que é mais importante para poder realizar, desenvolver algo em prol da população. Além disso, é importante ainda para aplicar esse conhecimento adquirido no mercado de trabalho e em questões relacionadas à gestão pública municipal e estadual, e a universidade trabalha em sintonia com esses setores da sociedade realizando testes, vendo se algumas estratégias que são desenvolvidas têm ou não impacto para a comunidade, se é eficiente ou não e o custo do investimento na pesquisa”, contextualizou a palestrante, profª Drª Márcia Machado. Durante a sua apresentação, ela falou sobre as vacinas que revolucionaram a humanidade e o soro de reidratação composto por água, sal e açúcar, que segundo a pesquisadora é considerado uma das maiores descobertas científicas, que mais salvou no mundo inteiro populações de crianças que morriam, principalmente, por diarreia e desidratação.

Segundo a profª Ms. Flávia Alves, o investimento em educação vem crescendo a cada dia no Brasil e a UniAteneu tem acompanhado esse movimento. “A nossa instituição hoje é um centro universitário e a pesquisa está muito engajada. Nós temos o Comitê de Ética e Pesquisa (CEP), e a UniAteneu é a única instituição de ensino superior no Nordeste que tem o CEP. Então, o engajamento da pesquisa na comunidade, no nosso corpo docente e discente é muito relevante. Cada vez mais nós trazemos o aluno para a academia, os pesquisadores para desenvolver novos projetos e isso é muito gratificante, e nós vemos essa evolução a cada Joca que promovemos a cada ano”, disse a pró-reitora acadêmica da UniAteneu. Para ela, o evento agrega muito no sentido de o aluno ter mais propriedade do conhecimento que ele adquire em sala de aula e em campo. “O estudante sai da universidade não só formado, mas sai também com a pesquisa já em mente, ele já se engaja na academia, e hoje o mundo precisa muito das pesquisas. Então, esse é o nosso grande pilar, que é trabalhar o tripé da educação e, sem dúvidas, o pesquisador”, finalizou.

“A 8ª edição do Universo Ateneu e 5º Joca vem com uma proposta de discutir os rumos e as perspectivas da ciência e da pesquisa no Brasil e um dos objetivos é divulgar as atividades de pesquisa que são realizadas pelo corpo discente e docente da UniAteneu. Mas ao lado disso, tem também a intenção de promover a integração do ensino e da pesquisa entre os próprios estudantes e professores do centro universitário, como de outras instituições de ensino superior. Então, pensamos numa programação que pudesse fazer jus a essa temática”, afirmou o prof. Dr. Carlos André Moura Arruda, organizador do evento e coordenador do Núcleo de Pesquisa da UniAteneu. Segundo ele, foram entregues mais de 150 resumos expandidos para serem avaliados e apresentados ao longo do evento. “Temos um grande volume de trabalhos que vão ser divulgados e socializados nesses três dias, promovendo assim o compartilhamento do conhecimento na comunidade acadêmica”, complementou.

Mais sobre o evento

O Universo Ateneu promove a educação continuada e a interação acadêmica e científica entre alunos e professores dos cursos de graduação e pós-graduação, além dos bolsistas de monitorias, iniciação científica, liga acadêmica e grupos de estudos. É uma possibilidade de abertura de um diálogo interdisciplinar, cujos os participantes terão a oportunidade de trocar experiências em diferentes eventos dentro do Universo Ateneu, que são a Jornada Científica, o Encisa, a Exponeuro e a Mostra da Iniciação Científica. Serão apresentados trabalhos das respectivas áreas do conhecimento e eixos temáticos: saúde, tecnologia e exatas, humanas e artes, ciências sociais e aplicadas, engenharias e arquitetura.

Publicada: 28/11/2019 às 15h20min