Projeto Alimento Amigo doa refeições a pessoas em situação de vulnerabilidade social em Fortaleza

O projeto Alimento amigo tem o objetivo de ofertar assistência a grupos de pessoas em situações de vulnerabilidade social em bairros de Fortaleza.

 

 

O Centro Universitário Ateneu desenvolve, com a participação de professores e alunos que fazem parte das ligas acadêmicas, o projeto de extensão intitulado “Alimento Amigo”. A ação tem o objetivo de ofertar assistência a grupos de pessoas em situação de vulnerabilidade social na cidade de Fortaleza (CE), incluindo homens, mulheres gestantes ou com crianças, dependentes químicos e idosos, localizados nos bairros do Centro (Praças do Ferreira, Coração de Jesus, Praça dos Leões, Rua José Avelino e Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura), Messejana (Praça de Messejana), Conjunto Palmeiras, Sítio São João e na comunidade do Jangurussu.

De segunda a sexta-feira, no final da tarde, o projeto faz a distribuição de 100 pratos de sopa e água potável às pessoas em situação de rua. Aos sábados e domingos, são doadas 350 refeições, com a parceria da Marmitaria Delicia Paulista. De 15 em 15 dias, são entregues kits de higiene pessoal e roupas. Materiais escolares também já foram distribuídos para os beneficiários. Com as ações sociais, visa-se ofertar através da alimentação, higiene e cuidado, dignidade ao público beneficiado; e promover o autocuidado e o autoconhecimento através de doações. O projeto “Alimento Amigo” é coordenado pela profª. Ma. Patrícia Maia Cordeiro Dutra, docente do Curso de Psicologia da UniAteneu. Teve a idealização da aluna Aline Cristina Félix Domene, também do Curso de Psicologia. A execução do projeto acontece desde maio e prosseguirá até janeiro de 2021, podendo ser prorrogado por mais um ano, até janeiro de 2022.

Para a aluna Aline Cristina Félix, o trabalho voluntário é importante para os alunos ao longo da formação acadêmica, pois proporciona vivências e experiências. Ela acredita que é fundamental no processo de aprendizado e que é um diferencial na vida do estudante. “Acredito que ajudar ao próximo nos exige amor. O cuidar do próximo são atos que nos trazem enormes benefícios. O ato de doar-se significa fazer feliz o outro de alguma forma, por mais simples que seja a sua ação a cada ajuda. A empatia é certamente um dos mais nobres sentimentos humanos para entender e ajudar o próximo, mas para isso é necessário se imaginar na condição dele”, afirmou ela.

Publicada em 29/06/2020 às 13h12min