Seminário sobre Moda Inclusiva e suas interfaces reúne estudantes, pesquisadores e profissionais do mercado

Participaram do seminário alunos, empresários, gestores e profissionais do setor da moda e o público externo interessado na temática.

 

 

Aconteceu na noite do dia 12 de fevereiro, na unidade acadêmica Messejana, o seminário que teve como tema “A Moda Inclusiva e suas interfaces com a sustentabilidade, a tecnologia o mercado e as políticas públicas”, como parte do evento “A moda como ela é” que ocorre de 10 a 14 de fevereiro, organizado pelo Curso de Design de Moda do Centro Universitário Ateneu. O evento teve como objetivo ampliar a discussão sobre o sentido da Moda Inclusiva para além da função estética dos produtos. Participaram do seminário alunos egressos e novados, empresários, gestores e profissionais de órgãos representantes do setor da moda e o público externo interessado na temática.

O evento foi aberto oficialmente com as boas vindas da coordenadora do Curso de Design de Moda da Uniateneu, profª. Regina Célia Almeida. Na oportunidade, ela fez uma reflexão sobre a moda no contexto atual e da importância dos alunos e profissionais se apropriarem das múltiplas oportunidades que ela oferece no mercado, sem esquecer da Moda Inclusiva. “Nós estamos com uma grande expectativa que o seminário cumpra o seu propósito, que é promover as discussões tratadas a respeito da temática. Que possa servir de conscientização, informação e sensibilização dos profissionais para com as pessoas portadoras de deficiência. Não podemos ver as pessoas com deficiência apenas como um nicho de mercado, mas como uma oportunidade de servir socialmente para que a moda seja um produto social, que tenha esse sentido social”, afirmou.

O seminário sobre Moda Inclusiva e suas interfaces contou com presença do gestor de Núcleo do Centro de Profissionalização Inclusiva da Pessoa com Deficiência (Cepid), Adriano Pordeus; do presidente do Sindicato das Indústrias de Confecções de Roupas de Homem e Vestuário no Estado do Ceará (SindRoupas) e da Câmara Setorial de Moda do Ceará, Francisco Lélio Matias Pereira; do presidente do Sindlace e sócio da Benatêxtil, Paulo Rabelo; do proprietário da Pixels Escola de Design e Tecnologia e docente do Curso de Redes de Computadores e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da UniAteneu, prof. Sandro Mesquita; da professora e pesquisadora Luciana França Jorge; e do diretor criativo da Bomache, Antônio Pinto. A mediadora do debate foi a profª. Daniele Caldas, do Curso de Design de Moda da UniAteneu.

Publicada: 13/02/2020 às 11h05min