Voleibol: Atletas UniAteneu sagram-se campeões cearenses

UniAteneu também recebeu prêmios da Federação de Voleibol do Estado do Ceará

 

O ano de 2019 iniciou com muita comemoração para atletas, treinadores e comissão técnica de voleibol da UniAteneu. As equipes sagraram-se campeãs da temporada 2018/2019 do Campeonato Cearense.

As finais ocorreram em 25 de janeiro, quando o time feminino da UniAteneu venceu a tradicional equipe do BNB Clube por 3 x 0; e 09 de fevereiro, dia em que o grupo masculino derrotou o MatchPoint por 3 x 1. Os jogos foram disputados no BNB Clube de Fortaleza.

Para o gestor do Núcleo de Esportes da UniAteneu, Carlos Augusto de Souza Costa, iniciar o ano já com títulos faz total diferença para o planejamento de todos os esportes. “O resultado que a UniAteneu conseguiu nesse início de ano, em meio a uma reestruturação de seu esporte, é extraordinário. Sagrar-nos campeões nas modalidades feminina e masculina de vôlei, e não só isso, também ter os melhores atletas e ainda os melhores técnicos, é realmente um resultado extraordinário”.

Premiação

Além dos títulos masculino e feminino, a UniAteneu foi homenageada pela Federação Cearense de Voleibol – FEVECE. Durante a cerimônia de encerramento da competição, atletas e comissão técnica receberam todas as premiações e honrarias da categoria adulto.

Na categoria feminina, Rebeca Cavalcante conquistou o título de melhor atleta e Adenilson Pereira recebeu o prêmio de melhor técnico. Já na categoria masculina, Evandro Gomes venceu o prêmio de melhor atleta e Tarcísio Coutinho o de melhor técnico.

Segundo Carlos Augusto, este é apenas o início dos trabalho, o objetivo é ainda maior. “Nós, que fazemos a UniAteneu, ficamos orgulhosos demais e parabenizamos todo o corpo técnico, atletas e também a direção da instituição, que preza o esporte como um pilar de formação da cidadania, juntamente com a formação profissional. Contudo, esse é apenas o início, nosso pensamento é de estruturar cada vez mais a cultura do esporte da Instituição, para que ela possa se tornar a referência que merece, estar entre as primeiras do país no desporto universitário e, quem sabe, também contribuir com o desporto federativo”, finalizou.